Demo

4 segredos para criar descrições de produtos que aumentem suas vendas

As descrições são uma das razões que podem contribuir para que seu negócio cresça. Se forem muito grandes ou cansativas e não agregarem valor para os visitantes de seu site, podem até atrapalhar suas conversões. Compartilhamos aqui algumas recomendações para fazer com que esses textos motivem os usuários a comprar os seus produtos. 120529-4-secretos-para-crear-descripciones-de-producto-que-aumenten-tus-ventas-1418685894

Em primeiro lugar, pensar naskeywords

Se você realizar uma pequena análise sobre os diferentes usos ou buscas relacionadas ao produto em questão e e criar textos com base nessas informações, suas chances de ter mais exposição nos sites de busca aumentam muito e, por consequência, sua loja passa a ter mais possibilidades de conversão. Comece colocando-se no lugar do consumidor: como buscaria o produto se quisesse comprá-lo? Que tipo de necessidade ele atende? Em que situação você precisaria adquirir um produto como esse? Por sorte, com algumas ferramentas como  Google Suggest, Google KeywordsPlanner e a Ferramenta de Tendências do Google (Google Trends), você pode ter uma ideia muito boa de que palavras usar na sua descrição para ser mais relevante.

Fale com seu cliente

As melhores descrições de produto estão dirigidas a um público em particular. Escrevendo de maneira direta e pessoal, você não apenas descreve em palavras o produto que está vendendo, como também antecipa a algumas perguntas antes que elas surjam na mente do usuário. Pense em como o descreveria se estivesse em um negócio real, cara a cara: assim é como deverá apresentar a descrição. Ao destacar os benefícios (de uma maneira natural, sem exageros e nem promessas que não se podem cumprir) os visitantes da sua loja poderão entender mais facilmente como seu produto pode ajudá-los a ter uma melhor qualidade de vida ou resolver uma necessidade.

Conte uma história

De uma maneira simples, contar uma história relacionada ao produto pode ajudar muito mais do que imagina. Conseguir fazer com que o cliente se esqueça por um momento de que alguém está querendo lhe vender algo já é uma grande vantagem. Você pode criar situações com diferentes personagens: –          Pode ser o seu próprio cliente, passando por uma série de situações onde deve contornar problemas específicos. –          Pode contar uma breve introdução sobre quem é a pessoa que faz o produto. –          Pode descrever como o produto foi testado ou aprovado. –          Pode contar o que motivou o fabricante a criar o projeto.

Uma boa narração é sempre bem vinda

Não seja entediante. Nunca é demais reforçar a realidade em que as pessoas leem cada vez menos. E não é para menos: a força que ganharam os vídeos e a onipresença das imagens em redes sociais fazem com que a palavra escrita pareça algo antiquado. Por isso é importante buscar formas de facilitar a leitura, eliminando alguns dos obstáculos mais comuns: – Não fazer descrições compridas e sem sentido – Otimizar o desenho e a forma de apresentação dos textos – Utilizar cabeçalhos para sintetizar ideias – Aumentar o tamanho da fonte o mais que se possa para facilitar a leitura Você já escreveu descrições suas para os produtos que vende? Como foi o processo? Encontrou um formato que agradou aos usuários? Deixe suas opiniões e ideias nos comentários. 

Fonte: Blog Mercadoshops